Novidades

VER TODAS

Scania expande sua linha rodoviária no mercado brasileiro

Comprometida com a evolução contínua de seus produtos e a redução do custo total de operação das transportadoras, a Scania apresenta ao mercado brasileiro dois novos motores para a linha rodoviária, com 450 e 510 cavalos de potência. Os novos motores são uma grande evolução do propulsor de 13 litros e foram desenvolvidos com foco em rentabilidade, priorizando a economia de combustível e o melhor desempenho, com a maior velocidade média da categoria.

“As duas novas potências chegam para complementar a atual linha rodoviária comercializada no mercado. Toda nossa operação está focada em mais rentabilidade aos transportadores. A economia de combustível é de até 5% em relação à versão atual”, explica Eronildo Santos, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Scania do Brasil. “Oferecer caminhões com otimização do custo da operação está totalmente alinhado com o objetivo da Scania. Rapidamente, os clientes poderão perceber a diferença na economia e no desempenho, além de outras melhorias da nova linha.”

Os novos propulsores são de 13 litros, com seis cilindros em linha e a versão com 450 cavalos atinge a potência máxima a 1.900 rpm, com torque de 2.350 Nm disponível entre 1.000 a 1.300 rpm. Na configuração com 510 cv, o pico de potência é a 1.900 rpm, e o torque máximo de 2.550 Nm está entre 1.000 a 1.300 rpm.

Os modelos R 450 e R 510, equipados com as novas motorizações, já estão disponíveis para pedidos a partir da Fenatran 2017 - 21º Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas, entre os dias 16 e 20 de outubro.

Extensão da linha rodoviária

Os novos motores de 450 e 510 cavalos são uma ampliação da Linha R para o uso rodoviário, como cargas refrigeradas, segmento de cegonha, cargas líquidas, cargas perigosas (como gases, combustível e líquidos inflamáveis), container e graneleiro. Com o lançamento, a linha estradeira de 13 litros passa a ser composta por seis potências, sendo as duas novas em complemento às quatro atuais de 360 cv, 400 cv, 440 cv e 480 cv.

Todas as motorizações da Linha R são compatíveis com as configurações de rodas 6×2 e 6×4 e as cabines R Highline e Streamline. Com os seis propulsores disponíveis, o torque máximo da Scania está entre 1.850 Nm, na motorização de 360 cv, e 2.550 Nm, na nova versão de 510 cv. “O aprimoramento da linha de motores rodoviários permite à Scania aumentar a oferta de produtos para uma fatia de aplicação que demanda potência acima de 500 cv, tornando nosso portfólio ainda mais completo”, diz Santos.

Evolução contínua do produto

As novas motorizações foram desenvolvidas com tecnologia de alta pressão de injeção de diesel e com múltiplos pontos para diminuir o consumo, os ruídos e as emissões. Com essa evolução, o propulsor passa a ter uma redução de até 5% no consumo de combustível e será mais silencioso do que a versão atual.

Esse resultado é possível devido à combustão mais eficiente, capaz de aumentar a potência e o torque, sem exceder as emissões e o gasto de diesel. A melhor eficiência da combustão é fundamental não apenas para a preservação do meio ambiente, mas também para o custo operacional, pois o funcionamento mais limpo melhora a durabilidade e a confiabilidade do motor em longo prazo. Outro benefício é a redução do desperdício de combustível como
fuligem, partículas no escape e depósitos no propulsor.

A nova linha traz, ainda, como novidade a matéria-prima utilizada em sua construção. Os motores passam a ser produzidos em CGI, um composto compactado de ferro e grafite que duplica a resistência a fadiga. Dessa forma, ele está ainda mais preparado para suportar o aumento na pressão de combustão dentro do cilindro. Apesar de mais robusto e resistente, o novo motor continua leve, o que proporciona um melhor desempenho do veículo.

Nessa nova linha, também foram aperfeiçoados componentes como o tanque de ARLA 32 (Agente Redutor Líquido Automotivo), o sistema de SCR (Redução Catalítica Seletiva), os cabeçotes, as tampas de válvulas, o sistema de filtragem de combustível e as bombas de baixa e alta pressão.

América Latina

Seguindo a plataforma global de produtos, os novos motores Scania estarão disponíveis em todos os países com normativa de emissão Euro 5 ou superior. Na América Latina, além do Brasil, receberão os novos propulsores a Argentina e o Chile, onde toda a rede já está preparada para esta nova tecnologia.